Conecte com a gente!

Litoral

Comércio não precisará fechar em Capivari do Sul e Palmares do Sul

Henrique Pajares

Publicado

em

O governo do Estado comunicou no início desta segunda-feira, 22, que os municípios de Capivari do Sul e Palmares do Sul continuarão com a bandeira laranja no programa de Distanciamento Controlado por não terem casos confirmados de coronavírus, no caso de Capivari, e por não registrar hospitalizações e óbitos nos últimos 14 dias, como Palmares. Na sexta, o governador Eduardo Leite anunciou que a região de Capão da Canoa, que engloba os 23 municípios do Litoral Norte, passou para a bandeira vermelha (risco alto de transmissão do vírus), o que fecharia todos os comércios não essenciais.

Os municípios sob bandeira vermelha sem registro de hospitalização e óbito por Covid-19 nos últimos 14 dias poderão adotar, por meio de regulamento próprio, protocolos para as atividades previstos na bandeira laranja, desde que mantenham atualizados os respectivos sistemas de informações.

Na sétima rodada, do total de 81 municípios que compõem as quatro regiões sob bandeira vermelha, há 37 sem registro de hospitalizações e óbitos por Covid-19 nos últimos 14 dias. Nesses locais, caso os prefeitos queiram, poderão adotar medidas estabelecidas na bandeira laranja.

Além disso, os demais municípios com classificação vermelha poderão adotar protocolos próprios para setores pré-determinados: administração pública, transporte coletivo urbano; e bancos e lotéricas.

Boletins epidemiológicos

O município de Palmares do Sul atualizou nesta segunda-feira o boletim epidemiológico do coronavírus. Conforme os dados, 37 pessoas estão em isolamento e 16 aguardando resultados. A secretaria ainda anunciou que cinco testes realizados deram negativo no dia de hoje. Ao todo, 143 casos foram investigados. Palmares já registrou cinco casos da doença, sendo que quatro estão curados.

Em Capivari do Sul, uma pessoa está com síndrome gripal e quatro sendo monitorados. Cinco teste foram realizados, todos negativos. Dezoito casos foram investigados e descartados.

 

Litoral

Ações de manutenção melhoram condições de estradas no Litoral Norte

Henrique Pajares

Publicado

em

Oito das principais rodovias que levam às praias do Litoral Norte estão em melhores condições de tráfego após uma série de ações de manutenção. Realizados pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – vinculado à Secretaria de Logística e Transportes (Selt) –, os serviços abrangem a ERS-486/RSC-453 (Rota do Sol), ERS-389 (a conhecida Estrada do Mar, agora denominada rodovia Nelson Gonçalves), ERS-786 (Interpraias), ERS-020, ERS-030, ERS-407 e ERS-417.

De acordo com o secretário da Selt, Juvir Costella, o objetivo é tornar as estradas mais seguras para os veranistas na alta temporada, quando o fluxo de veículos é maior. “Muitas dessas vias receberam atenção especial por serem o caminho para várias praias, como a Estrada do Mar e a Rota do Sol, que faz a ligação entre a Serra e o Litoral Norte”, acrescenta.

No momento, as equipes realizam limpeza de valetas, pinturas de pontes e roçadas em um segmento de 68,5 quilômetros que começa na ERS-020, em direção a Tainhas, e passa por Aratinga e Curumim, ao longo da Rota do Sol. Iniciadas no mês passado, as atividades nos pontos críticos dessas rodovias devem ser finalizadas no primeiro trimestre deste ano. No último mês, a Rota do Sol já havia passado por uma operação tapa-buracos e recapeamento nos pontos críticos.

“As intervenções são planejadas estrategicamente. Executamos as obras de maior impacto antes do veraneio, especialmente as que ocorrem no pavimento e exigem bloqueios no trânsito. Agora, é o momento de conservarmos os trabalhos feitos durante o ano”, explica o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino.

Conforme ele, no último mês foram concluídos os serviços na ERS-389, em Xangri-lá; na entrada da ERS-030, em Osório; e em toda a extensão da Interpraias. Os trabalhos consistiram em reparos nas camadas do pavimento e correções de deformidades na pista. Só na ERS-786 foram investidos cerca de R$ 2 milhões – beneficiando os municípios de Osório, Cidreira, Balneário Pinhal, Tramandaí e Quintão.

Os próximos serviços serão reparos no pavimento da ERS-030, em Tramandaí. As melhorias abrangem cerca de 30 quilômetros da rodovia.

Continue lendo

Litoral

Veja quantas doses Capivari e Palmares receberão nesta primeira etapa de vacinação

Henrique Pajares

Publicado

em

A Secretaria da Saúde (SES) prepara para esta terça-feira (19/1) o envio das doses da vacina contra a Covid-19 para todos os municípios do Estado. Um lote de 341,8 mil unidades deverá ser recebido ainda nesta segunda-feira (18/1), fabricadas pelo Instituto Butantan e distribuídas pelo Ministério da Saúde.

Após a separação por regional, por critérios populacionais, as doses serão despachadas para a capital e para as 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS). Em Capivari do Sul, 29 doses da vacina serão entregues nesta primeira etapa, enquanto em Palmares do Sul serão 171.

Inicialmente, o público a ser vacinado são os profissionais de saúde da linha de frente em hospitais, Atenção Básica e rede de urgência e emergência, pessoas acima de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) e população indígenas aldeadas.

Serão encaminhadas nesta terça (19) 170,8 mil doses aos municípios, aproximadamente a metade do recebido. A quantidade remanescente fica reservada para o posterior envio destinado à segunda dose desse público, prevista para aplicação entre duas e quatro semanas após a primeira aplicação. O envio – a partir de Porto Alegre – será realizado por via terrestre e aérea, com o apoio da frota de aviões da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Continue lendo

Litoral

Brigada Militar no Litoral Norte divulga balanço de ações durante ano novo

Henrique Pajares

Publicado

em

O Comando Regional de Polícia Ostensiva do Litoral (CRPO Litoral) divulgou nesta segunda-feira (04/01), balanço das ações da Brigada Militar durante o feriadão do ano novo, nas praias e cidades do Litoral Norte, onde acontece a Operação Golfinho.

No período de 30 de dezembro/2020 a 03 de janeiro/2021 foram abordadas 4.434 pessoas, realizadas 93 prisões, fiscalizados 155 casos de perturbação de sossego público e prestado apoio a agentes municipais de fiscalização em 88 denúncias de aglomerações. Ainda foram fiscalizados 2.669 veículos e autuados 232 deles por irregularidades.

Conforme o comandante do CRPO Litoral, coronel Marcel Vieira Nery, a Brigada Militar pautou suas ações em dois eixos: preventivo e repressão qualificada. “No eixo preventivo, nas praias de maior circulação de pessoas, a Corporação intensificou ações visando ao cumprimento de normas do distanciamento controlado, conjuntamente com as prefeituras, envolvendo a participação das Guardas Municipais, e com a Polícia Civil”, explicou o oficial.

Já sob o aspecto da repressão qualificada, ocorreram a Operação Boas Vindas, com a utilização de cães de faro em terminais rodoviários; Operação Sossego, buscando coibir a utilização de equipamentos sonoros em locais e horários inadequados; e a Operação Avante Força Total 24 Horas, que inclui barreiras policiais em zonas identificadas com maior número de ocorrências e foco na apreensão de armas e captura de foragidos.

O coronel Marcel destaca que durante o feriadão, “a participação do Batalhão de Aviação da BM e o Serviço de Inteligência da Corporação foi fundamental para o planejamento e a execução das ações de polícia ostensiva levadas a efeito”.

Na temporada de verão, a Brigada Militar segue intensificando as ações de segurança pública na Operação Golfinho, caracterizada como a maior mobilização institucional da Corporação, que concentra aporte de recursos humanos e materiais na orla gaúcha.

Continue lendo

EM ALTA



Copyright © 2020 Jornal Integração. Desenvolvido por BLOOPER.