Conecte com a gente!

Litoral

Litoral Norte deve passar para bandeira vermelha após aumento de casos

Em 33 dias, o número de infectados pelo coronavírus quadruplicou na região

Publicado

em

A região do Litoral Norte gaúcho passou dos 400 casos positivos de Covid-19 nesta quarta-feira, dia 17 de junho. Os dados divulgados pela 18ª Coordenadoria Regional de Saúde indicam que o Litoral deve entrar em bandeira vermelha no programa de Distanciamento Controlado feito pelo governo do Estado, que será atualizado nesta sexta-feira, 19. Hoje a região está como bandeira laranja.

O primeiro paciente diagnosticado com a doença no Litoral ocorreu em 18 de março. Em 54 dias, 100 casos foram confirmados. Depois, foram necessários 15 dias para atingir a marca de 200 positivados, 10 dias para 300 e agora apenas 7 dias para superar 100 casos, totalizando 419. Em 33 dias, o número de infectados quadruplicou no Litoral Norte.

A cidade com mais pessoas contaminadas é Osório, com 93, seguido de Torres, com 51, e Capão da Canoa, com 45. Apenas três municípios dos 23 que competem a região ainda não confirmaram casos: Capivari do Sul, Tavares e Mampituba.

Quanto aos casos confirmados e internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG – foram 37 pacientes, dos quais 11 foram a óbito, 8 se recuperaram e 18 continuam hospitalizados. Na última semana o crescimento foi de 37,8%. Neste momento há 154 pacientes com casos ativos.

A secretária de Saúde de Capivari do Sul, Cristina Braga, ressaltou que em caso de bandeira vermelha no Litoral, todas as cidades deverão seguir as normas implementadas pelo governo, mesmo que o município não possua casos registrados. “Caso se confirme a mudança de bandeira, teremos que seguir. Vamos ter que rever alguns pontos e seguir as orientações do governo do Estado”, disse Cristina.

Palmares do Sul

Cidade vizinha de Capivari do Sul, Palmares já registrou dois casos de Covid-19. Um deles já está curado. Conforme o último boletim epidemiológico, são 15 casos com sintomas gripais que estão sendo monitorados, 100 casos investigados, um aguardando resultado e 31 descartados.



Copyright © 2021 Jornal Integração.