Conecte com a gente!

Palmares do Sul

Médico no Bacupari é tema de encontro entre Executivo e moradores

Publicado

em

No final da tarde de sexta-feira, 8 de abril, o prefeito de Palmares do Sul, Mauricio Muniz, e a secretária municipal de Saúde, Juliana Gasso, receberam alguns membros da Associação Comunitária do distrito do Bacupari para debaterem sobre a falta de médico no Posto de Saúde. Na ocasião, o prefeito abriu a reunião agradecendo a presença dos moradores, bem como se colocou à disposição para colaborar com as necessidades da localidade.

Na sequência, a secretária explanou sobre a situação: “É um prazer receber vocês; gosto muito de conversar com a comunidade e esclarecer sempre todas as situações necessárias. Essa é a primeira vez que moradores do Bacupari pedem uma reunião conosco para tratar deste tema. Tínhamos um excelente médico, o Dr. Eduardo, que conhecia muito bem os usuários da ESF. Após a sua saída, infelizmente, pelo programa Mais Médicos, que é o primeiro passo, não haviam inscritos. Abrimos um processo seletivo, que deu deserto, e, após justificativa e autorização jurídica, passamos para contratação de uma empresa para colocação de médico. A única médica disponível não teve uma boa relação com a comunidade, que nos solicitou que ela fosse retirada. Pedimos a troca e, por não haver médico interessado ou disponível, a empresa, inclusive, pediu distrato com o Município; o que acabou dificultando ainda mais. A solução momentânea foi um aditivo para que o médico do Frei Sebastião, Dr. Marcelo, atendesse também no Bacupari. Porém, após reclamações infundadas, o médico se sentiu insultado, optando por deixar o Município. Veio a Operação Verão, onde as atenções se voltaram ao Quintão, devido à grande demanda. Mesmo assim, seguimos cadastrados e solicitando pelo Mais Médicos, onde até o momento nenhum médico quis vir. Para tentar novamente a contratação de uma empresa, necessitamos de uma justifica legal. Abrimos um novo processo seletivo, com inscrições nesta semana, onde visitei 20 médicos que conheço ou tenho contato levando o edital para conhecimento e tentando uma inscrição; mas novamente não houve inscritos. Tentaremos novamente por contratação de empresa”, explicou Juliana.

A presidente da Associação, Claudia Barcelos, em nome dos moradores, levou a reivindicação de médico para a localidade: “O Dr. Eduardo era um ótimo médico e transformou a saúde do distrito, olhava sempre pelo lado humano. Viemos pedir, não de forma partidária, mas pela comunidade”, relatou, sugerindo, inclusive, a possibilidade de seguir o modelo que foi implantado no município de Mostardas para tentar solucionar necessidade semelhante. Foi, da mesma forma, sugerido uma parceria com Mostardas, tendo em vista que o Posto do Bacupari atende também aos moradores da Lagoa (que pertence ao município vizinho).

A subprefeita do Bacupari, e também moradora da localidade, Marilucia Silva, acompanhou juntamente a reunião.

O prefeito reforçou que não estão medindo esforços para conseguir suprir este problema: “Temos explicado tudo isso, há meses, nas redes sociais, nos veículos de comunicação e com as equipes. Aceito as manifestações, porque é democrático, mas quando tem direcionamento político não adianta de nada; e não adianta tentar explicar também quando algumas pessoas acabam por ser usadas. Recebo a todos, atendo a todos no telefone e nunca maltratei ninguém. Basta nos procurar diretamente. Detalho que como não houve inscritos até hoje, a partir de segunda-feira já vamos providenciar com o departamento jurídico os meios legais para contratação de empresa. Já adianto que não é possível obter médico para os próximos dias, pois a tramitação legal leva tempo e precisa decorrer os prazos. No entanto, não estamos parados, estamos tentando de todas as formas corretas solucionar este problema. Agradeço muito a vinda do pessoal aqui e seguiremos assim, agindo com proximidade com todos aqueles que nos procuram e visam colaborar com soluções pelo bem do nosso Município”, finalizou Mauricio.

* Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal



Copyright © 2021 Jornal Integração.