Conecte com a gente!

Colunista: Juliana Inácio

Os ritmos dos signos

Publicado

em

Uma das características mais básicas da astrologia, porém muito importante, refere-se aos ritmos dos signos. Os ritmos tem uma associação com as estações do ano e com o comportamento das pessoas.
Na astrologia, os signos possuem três ritmos: cardinal, fixo e mutável. Os ritmos indicam o que é mais natural para a pessoa, cardinal: iniciar, fixo: permanecer e mutável: mudar.

A astrologia começou a ser estudada com observações da natureza, tais como as plantações e as marés, e os ritmos dos signos estão diretamente relacionados às estações do ano. Os Cardinais são os signos dos inícios da estações e são os signos Áries, Libra, Câncer e Capricórnio. Os signos fixos são os signos em que ainda não houve alteração das estações e são Touro, Leão, Escorpião e Aquário. Os signos mutáveis correspondem ao final das estações e são Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes.

Os signos Cardinais tem muita força para iniciar, desbravar e correr riscos. Os cardinais possuem muita liderança e pioneirismo, justamente por tomar a linha de frente e, consequentemente, influenciar os demais. Os signos fixos são dotados de obstinação, resistência e tem a capacidade de dar continuidade aos projetos, o que é muito necessário para a manutenção da vida. Os fixos são aqueles que concluem o que os outros iniciaram e preocupam-se com a consolidação das situações. Os mutáveis são os signos mais adaptáveis, versáteis e flexíveis e tem muita capacidade de mudança. Estes são os signos que se adaptam as situações, sem criar resistência ou tentar alterar o que já foi iniciado.

Em um mapa astral, o conhecimento dos ritmos é um grande indicador das facilidades e das dificuldades das pessoas. Os flexíveis mutáveis se adaptam a diferentes ambientes, no entanto, tem muita dificuldade de continuidade e tendem a se enjoar do que se repete. Os interessante é ter conhecimento de seu ritmo, sua natureza e assim poder respeitar o que é mais fácil para você. Pois tais características interferem desde a vida afetiva até a vida profissional.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Copyright © 2021 Jornal Integração.