Conecte com a gente!

Geral

Juiz nega medicamento a Enzo Gabriel

Publicado

em

Após a campanha para arrecadar valores para contribuir no tratamento de Ísis, que foi contemplada com o medicamento Zolgensma, para Atrofia Muscular Espinhal – AME, os voluntários da Campanha AME, em Capivari e Palmares, direcionaram seus esforços em prol do menino Enzo Gabriel, portador da mesma doença. Assim como para Ísis, também foram realizadas diversas ações para capturar recursos para a compra do medicamento, que custa R$ 12 milhões.

No entanto, Enzo não teve a mesma sorte que Ísis, que foi contemplada com o Zolgensma. A família do menino entrou com uma ação judicial para conseguir a liberação do tratamento sob regime de urgência, mas o pedido foi negado. Conforme explicaram os pais, a médica que realizou a perícia disse que o Zolgensma não proporciona cura, e que tanto o Spinraza, medicação que toda criança com AME toma desde o início e é fornecida pelo SUS, quanto Zolgensma, atuam na causa da doença.
Além disso, o juiz considera muito o fato do medicamento ser de alto valor, e por isso indeferiu o pedido de urgência. A família recorreu da decisão.

“Mesmo diante de todos esses acontecimentos tão tristes ocorridos nos últimos dias, nós Voluntários da Campanha AME em Capivari Sul, Palmares do Sul e arredores, viemos colocar a toda população que a campanha não parou, continuamos arrecando fundos, através de algumas ações possíveis de serem feitas ainda em meio a Pandemia da Covid-19 como: pedágios solidários, vendas de lacres, vendas de tampinhas, vendas de garrafas plásticas mais durinhas, entre outras ações, como a rifa do carro Zero Km e doações voluntárias a qualquer momento”, explicou o grupo que coordena a campanha.

Para ajudar, procure um voluntário do seu município, informe-se sobre como você pode doar.



Copyright © 2021 Jornal Integração.