Conecte com a gente!

Geral

Farinha de arroz fará parte da merenda escolar do Estado

Rio Grande do Sul é responsável pela produção de mais de 70% do arroz produzido no Brasil

Publicado

em

Farinha de arroz será utilizada no cardápio da merenda escolar da rede estadual de ensino – Foto: Seduc

Com 44 votos favoráveis e 7 contrários, a Assembleia Legislativa aprovou na última sessão virtual, realizada na quarta-feira (10), o projeto de lei que inclui a farinha de arroz e os seus derivados na merenda escolar dos estudantes gaúchos. Autor do projeto, o deputado Gabriel Souza (MDB) explica que além dos benefícios aos celíacos e alérgicos ao glúten, com a proposta também será possível ampliar o acesso aos alimentos a todos estudantes, oferecendo às crianças e aos adolescentes uma alimentação mais saudável e inclusiva.

“Estamos falando aqui de uma questão de saúde, não de uma vontade pessoal. Esta é uma luta do povo celíaco e precisa estar na lei para que possamos cobrar do Estado o efetivo cumprimento de um cardápio especial a quem precisa”, argumentou o parlamentar durante o debate sobre o projeto.

O Rio Grande do Sul é responsável pela produção de mais de 70% do arroz produzido no Brasil, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e a lei estadual também poderá estimular a popularização da farinha de arroz e seus derivados.

“Os parlamentares tiveram sensibilidade ao verem neste importante setor agrícola a luta diária dos produtores que com responsabilidade e sustentabilidade alimentam o nosso País”, disse Lívia Carvalho, presidente da Associação dos Arrozeiros de Palmares do Sul e Capivari do Sul e coordenadora da Confraria do Arroz.



Copyright © 2021 Jornal Integração.